MATI – A água que não chega

 

A ONG catalã Enginyeria Sense Fronteres (ESF) e a União Nacional de Camponeses – Moçambique (UNAC) estão a trabalhar num projeto para melhorar o acesso das populações à água no distrito de Funhalouro. Este ano, a crise financeira na Europa resultou no cancelamento da maioria dos fundos do governo para as ONG, o que resultou na interrupção da iniciativa em Funhalouro.

Jordi Capell e Tabare Moreyra são estudantes de fotografia na Universidade Politécnica de Catalunha (UPC). Este ano, foram voluntários da ESF, documentando as actividades da organização em Moçambique. Este é o seu primeiro projeto documental, no cual eles aumiram todas as tarefas do processo de produção, com um equipamento muito limitado, mas uma grande dose de motivação. Este trabalho foi financiado em parte com o apoio de uma bolsa do CCD da UPC.

 

Deixa un comentari

L'adreça electrònica no es publicarà Els camps necessaris estan marcats amb *


+ nine = 15

Podeu fer servir aquestes etiquetes i atributs HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>